Páginas

0

Vida nos EUA

Muitos tem me escrito perguntando como estamos pois acharam "triste" meu último post. Mas sem querer dar "spoiler" sobre o final do post de hoje posso dizer que estamos MUITO bem, não me arrependo nem por um segundo de ter tomado a decisão de ter mudado para cá. Então hoje vou fazer um "resumão" de como tem sido nossa vida até aqui.

0

Minha nova vida de mãe começa...

Que saudade desse meu cantinho! Faz muito tempo que não venho passo por aqui, mas também com toda a mudança que passamos não tive tempo para mais nada além de me ocupar com adaptação e com a mudança.

Como vocês sabem nos mudamos para os Estados Unidos. Chegamos aqui em novembro e desde então estamos tentando nos adaptar a  tudo que uma mudança de país engloba. E não é pouca coisa, principalmente se você tem 3 filhos...

Muitas mães tem me escrito pedindo que eu conte como está nossa vida aqui, umas querem saber como é a alimentação, como são as escolas, a interação com as pessoas (se há discriminação por sermos imigrantes) adaptação das crianças, saúde... e se realmente vale a pena toda essa mudança.

Como quero contar tudo muito bem explicado, vou escrever cada uma dessas coisas em posts separados escrevendo para vocês como está sendo nossa vida  por aqui.

Hoje vou falar de como foi nossa mudança.




4

Palpiteiras de plantão


Uma coisa que eu sempre tive certa comigo mesma era como viver minha vida. Nunca admiti que ninguém se metesse, ouvia sim alguns conselhos mas sempre fiz tudo conforme minha consciência e coração, isso porque não queria culpar ninguém pelas minhas escolhas, fossem elas certas ou erradas (o que aconteceu algumas vezes, mas com todas elas eu aprendi e amadureci).
Imagem daqui
Então um belo dia eu engravidei, e com o positivo veio uma enxurrada de palpiteiras, principalmente da família, dizendo milhões de coisas sobre como cuidar de uma criança (e muitas delas era até contraditórias, mas todas "infalíveis").

2

O formato do mamilo pode dificultar a amamentação

E como hoje é o último dia da semana de aleitamento materno, mais um post para auxiliar nesse momento tão precioso entre nós e nossos filhos.

Descubra qual o tipo do seu e aprenda a corrigir eventuais problemas para garantir um aleitamento tranquilo.


Rafael Santos

Invertido, plano, normal e alongado ou comprido. Estes são os quatro tipos de mamilo existentes. Saber qual deles é o seu é importante, porque há o risco de alguns formatos prejudicarem a amamentação.

Os que tendem a provocar mais empecilhos são o plano e o invertido. “Quando o bebê vai iniciar a mamada, ele utiliza a língua para pressionar o mamilo contra o palato, fazendo o leite escorrer. Bicos planos ou invertidos não são suficientemente salientes e, por isso, o pequeno não consegue alcançar o mamilo para realizar a pressão”, explica a consultora em amamentação e doula, Livia Teixeira, fundadora da Companhia da Mama.

2

Algumas novidades sobre a amamentação


Que amamentar é bom para a mulher e para o recém-nascido você já deve saber. Apesar de muitos benefícios já serem conhecidos, médicos e pesquisadores não param de descobrir coisas novas e confirmar relações pouco estudadas.


Aqui sou eu amamentando a Sara no dia do seu primeiro aniversário

Recentemente, foram divulgadas três pesquisas interessantes sobre esse tema. A primeira delas estimou o impacto que o aumento do tempo de amamentação teria para a saúde das mães. A cientista Melissa Bartick, da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, e seus colegas afirmam que poderiam ser evitados cerca de 5 mil casos de câncer de mama, 53 mil casos de hipertensão e 14 mil casos de infarto anualmente caso a taxa de mulheres que amamentam seus filhos até eles completarem um ano subisse dos atuais 23% para 90%. Para chegar a esses números, o grupo usou os resultados de estudos anteriores para estimar uma relação de causa e efeito entre a amamentação e essas doenças para um grupo de quase 1,9 milhões de mulheres. Os números são muito expressivos e alertam para a importância de incentivar a manutenção desse hábito a longo prazo – mesmo após a introdução de outros alimentos na dieta da criança.

0

23ª semana de incentivo ao aleitamento materno

Oi meninas. Apesar da correria que está minha vida não posso deixar de passar aqui para falar dessa semana tão importante, a semana mundial de incentivo ao aleitamento materno.

5

Razão do meu sumiço

Olá meninas! Sei que ando bem sumida, mas agora posso explicar o motivo de tanta ausência. 

Estávamos tomando decisões que mudarão nossa vida completamente, e finalmente a decisão saiu e podemos torná-la pública. O Flávio, meu marido recebeu uma proposta de emprego nos EUA, e como ele sempre teve o sonho de morar lá, ponderamos muito e ele acabou aceitando, conclusão, estamos de mudança para os EUA.