Páginas

2

Amor é atitude

Assim que engravidei, uma pergunta não cessava em minha cabeça: Será que serei uma boa mãe? Será que poderei dar a ele tudo o que necessita?

Quando o Davi nasceu, algumas vezes ficava bem chateava pois sentia que sempre poderia fazer mais por ele, mesmo eu tendo parado de trabalhar, tendo amamentado por 6 meses exclusivamente e causando muita dor no peito, sem contar os palpiteiros de plantão dizendo o que você deixou de fazer, causando ainda mais angústia.

E ao longo desses meus 4 anos de mãe descobri uma coisa, não existe perfeição na  maternidade! Sempre estaremos aquém daquilo que achamos o correto. Nunca conseguiremos fazer tudo o que desejamos, pois somos humanos.


Porém, assistindo uma aula de Escola Bíblica Dominical, ouvi uma afirmação que mudou meu modo de pensar, fez-me enxergar uma coisa que eu já fazia mas não tinha prestado atenção e isso acabou com todas minhas angústias e dúvidas: AMOR É ATITUDE!

Essa afirmação é uma constante na minha cabeça: Amor é atitude! E lendo o texto da Glauciana hoje vejo que essa frase pode ajudar a muitas outras mães que se angustiavam pensando na maternidade.

O contexto da aula foi que Deus não diz que ama, Ele demonstra Seu amor:  "Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores."Rm 5:8 Conhecemos o amor nisto: que ele (Jesus) deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos. Quem, pois, tiver bens do mundo, e, vendo o seu irmão necessitado, lhe cerrar as suas entranhas, como estará nele o amor de Deus? Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade."1Jo 3:16-18  
"Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo." 
Gl 5:14



Quando ouvi isso apliquei na minha vida de mãe e isso foi libertador! 
Sabia que eu nunca seria perfeita, mas estava sim fazendo o melhor que eu podia por ele.

Na nossa vida de mãe mostramos nosso amor em tudo que fazemos por eles, ao amamentar mesmo estando com dor, ao levantarmos de madrugada para trocar uma fralda ou para acalmá-los por um sonho ruim, mesmo estando morrendo de sono, ao perdermos o finalzinho do filme só para brincarmos com eles, ao deixá-los brincar de bola com uma maçã mesmo que isso nos incomode, isso é amor, fazer algo por eles que até não queremos ou nos incomode, isso é atitude de amor e eles sentem isso!

Não estou dizendo que precisamos abdicar de nós mesmas para isso, nossos filhos têm que saber que a mãe deles também é uma pessoa.  Eles precisam aprender a lidar com a frustração de ficar longe da mamãe e que ficar com a babá/avó/outra pessoa de vez em quando pode ser até divertido. Afinal, você tem o direito de sair com seu marido ou mesmo de se cuidar. Seus filhos podem até ficar tristes, mas eles sabem que você os amam pelas sua atitudes no dia-a-dia.

Um exemplo de atitude de amor é a desse pai, não sei quantas de vocês viram esse vídeo, mas toda vez que vejo as lágrimas correm dos olhos, tenho certeza que esse pai não se sente perfeito mas sabe que faz o seu melhor pelo filho.


Então nunca se esqueça que amor é atitude, tenha atitudes de amor e seu filho vai sentir o amor que você sente por ele.

Como disse antes, não existe perfeição na maternidade, mas você é a melhor mãe que seu filho pode ter, nuca se esqueça disso!

2 comentários: