Páginas

27

Colocar ou não na escola, eis a questão

Esses dias li uma reportagem que discorria sobre qual melhor idade para colocar a criança na escola. Após tê-la lido coloquei um comentário no twiter (um pouco exagerado confesso) o qual gerou um debate sobre esse assunto (não digo discussão pois todas as twitmães que estavam participando respeitaram as opiniões alheias, e isso é o que foi mais legal). 


Pensando nisso resolvi escrever nesse post minha experiência e opinião sobre o assunto.


A reportagem era uma entrevista com um psicólogo britânico onde ele afirma que colocar uma criança antes dos 3 anos na escola é um erro imenso! Que tudo que um bebê precisa é ser amado e ter a atenção dos pais. E claro isso mina qualquer possibilidade da mãe trabalhar.
Antes de engravidar eu optei por parar de trabalhar para poder ficar em casa com meus filhos. Foi uma decisão minha que tomei junto com meu marido, que também gostou da idéia (não julgo quem faz diferente, só estou dizendo que para mim isso foi o melhor). Tive muitos motivos para isso, mas os principais foram a bíblia e minha profissão, pois trabalhava em medicina diagnostica e podia me contaminar com material biológico.


Com o Davi, minha intenção era colocá-lo na escola com 3 anos, isso porque não tinha a intenção de voltar a trabalhar e foi a idade que eu fui para escola então me pareceu uma idade boa para isso, mas quando ele estava com 1 ano e 3 meses eu engravidei novamente, e aí veio o dilema, vou matricula-lo já na escola ou contrato alguém para me ajudar?


Na verdade essa decisão nem foi muito discutida, pois eu não conseguiria ter uma babá por duas razões, não tínhamos condições financeiras para isso e eu amo cuidar dos meus filhos, não queria dividir esse privilégio com ninguém. E também sou uma pessoa bem chata em relação à meus meninos, duvido que eu encontraria alguém que eu realmente gostasse e confiasse (sabemos que hoje em dia até a pessoa em quem confiamos pode nos surpreender negativamente). Portanto iríamos colocar o Davi em uma escola.


Mas não foi de imediato, pesquisei muito todas as escolas do bairro e região, conversei com uma amiga que era coordenadora de escola infantil na época, e é claro que sempre levava minha mãe à tiracolo, pois ela é pedagoga e também me orientou bastante nisso.


Encontrada a escola, ficou a pergunta, quando iríamos matricula-lo, naquele momento (na época o Davi estava com 1 ano e 5 meses) ou só quando o Daniel chegasse? Depois de conversarmos muito, eu e meu marido tomamos a decisão de que ele iria para escola em agosto, pois eu teria tempo para fazer toda a adaptação necessária e quando o Daniel nascesse ele já estaria acostumado com a escola, não veria a escola como um lugar onde o abandonamos depois da chegada do irmão.


E chegando agosto ele foi à escola, o Davi estava com 1 ano e 8 meses. Posso dizer que a adaptação foi mais para mim que para ele, era a primeira vez que me separava dele (a ansiedade da separação foi minha). Ele ficou ótimo, claro que logo na primeira semana ficou doente e precisou (pela primeira vez) tomar antibiótico, mas isso já era esperado pois ele quase não tinha contato com outras crianças.


Como a experiência não foi ruim, quando o Daniel completou 1 ano resolvi que era hora de eu voltar para o mercado de trabalho, fui fazer mestrado e matriculei o Daniel na escola. Também fiz adaptação com ele e foi até mais fácil pois o irmão estudava lá e ele se sentia seguro.


Mas depois de 1 mês na escola o Daniel ficou doente, ficou internado (foi aquela pneumonia que já relatei antes nesse post) e meu mundo quase desabou.


Depois que ele melhorou, acabei ficando meio que traumatizada com tudo que tínhamos passado, achando que era minha culpa. Então resolvi sair do mestrado e recolocá-lo na escola mais tarde.


Hoje os dois estão na escola e amam. O Davi, agora com 4 anos e 3 meses, se orgulha das coisas que aprende, e o Daniel com apenas 2 anos e 3 meses já leva sua mochila sozinho até a sala e nem olha para trás, só vai querer saber de mim na hora da saída.


Aprendi com tudo isso que a escola é muito boa sim, muito melhor que babá na minha opinião, mas precisa ser na idade certa. 


Acredito que não somente com 3 anos como disse o psicólogo na entrevista, mas creio que por volta dos 2 anos eles estarão prontos para a escola, pois já entendem e conhecem nosso amor por eles e não sentirão que estamos abandonando-os, como diz na reportagem. Meus filhos aprenderam muitas coisas na escola nesse período que eu não seria capaz de ensiná-los da mesma forma.  


Sei que muitas mães precisam voltar a  trabalhar (seja pelo dinheiro ou por satisfação pessoal), se isso acontecer logo após a licença maternidade, dê preferência para deixar seu filho com algum parente ou conhecido que tenha essa disponibilidade (mãe, sogra, cunhada, tia…), mas se não tiver (como era meu caso se eu precisasse voltar) considere qual a melhor alternativa, se babá ou escola, para mim foi a escola, mas essa decisão é muito individual, pois como sempre digo, só a própria mãe sabe o que é melhor para seu filho. 


E vocês o que acham? Colocaram seus filhos antes de 1 ou 2 anos na escola? Contrataram babá?

27 comentários:

Cíntia disse... [Responder o Comentário]

"Meus filhos aprenderam muitas coisas na escola nesse período que eu não seria capaz de ensiná-los da mesma forma."

É nisso q tenho me apegado p não desistir...O meu Heitor está c 1 ano e 3 meses e eu preciso voltar a trabalhar, como a faculdade é a noite ele já fica com minha mãe nesse horário e sem problema algum, pq é a avó e tal, mas sei q p ela ficar o dia todo seria impossível dar conta, já q cuida do meu avô c 89 anos e tem um filho adotivo de 11...Então tenho pensado na escolinha, mas o nosso coração (meu e da minha mãe) tá apertado, apreensivo...

Obrigada pela postagem! Me deu forças e ânimo, será melhor p ele e mais seguro tb!

bjos

@raquelapenas disse... [Responder o Comentário]

Olha, Nicolas tá muito novinho pra ir pra creche, não teria coragem de jeito algum.

Mas acho creche legal pra eles aprenderem a dividir, a se socializar, a conviver com crianças da mesma idade, falando a mesma língua.

Por outro lado sei q quando chegar a hora, vou ficar com o coração na mão de colocá-lo, mas feliz tbm quando ele chegar em casa cheio de novidades, alegre pelo dia q teve.

Eu decidi q só vou colocá-lo quando ele estiver falando muito bem, pra me contar, tudo o q aconteceu lá, com essas notícias, dá um medo de fazerem algo a ele, sabe?

bem, tudo tem seu tempo..

Desculpe minha ausência no seu blog...adoro seus posts... Ao contrário dos meus, são super informativos rs

Anônimo disse... [Responder o Comentário]

Bem...a Carol ainda não está na escola, e estou no dilema: coloco agora no meio do ano ou no início do ano...confesso q estou meio perdida ainda...
Mas foi bem legal ver o q passou...foi um alerta pra mim...
Mil bjs

Karin - @karinpetermann disse... [Responder o Comentário]

Oi Elaine,
Esse é um assunto tanto delicado.
EU voltei a trabalhar quando meu filho tinha 9 meses, muito cedo, que dor no coração.
Escolhi deixar com a babá, ficava mais tranquila porque meu marido trabalhava em casa, entao meio que ficava de olho nela.
MAs a decepção veio e optamos pela escolinha, digo que foi a melhor decisão.
Ele ama ir pra lá. Fica me puxando pro carrinho, cumprimenta todo mundo, sorri, pisca pra todos.
As crianças gostam dele. As professoras, os pais das outras crianças!

É ótimo pelo desenvolvimento social. Ele lá aprende inclusive a não ter ciumes de mim, porque eu também fico brincando e conversando com as outras crianças quando eu vou deixar ele.

Espero sempre ele estar distraído pra que eu possa sair, acho que ele fica melhor comigo fazendo isso. Sei lá.. coisa de cada mãe, né!

Beijos

Karin

Ninon disse... [Responder o Comentário]

Oi Elaina!!

Eu queria tanto colocar o Pedro na escola esse ano, mas a verba encurtou (nos mudamos para um lugar melhor e com isso, financiamento imobiliário).
Ele já está com 3 anos e meio... na verdade eu estava meio dividida entre colocar ou não, mas sei que seria pelo bem dele... ele até hoje me cobra que ano passado eu dizia que ele ia no ano que vem.... outro dia mesmo ele disse: mãe, quando é que eu vou para a escola? Já é o ano que vem!! Dózinho!!!
Mas a gente nunca sabe o que nos espera no próximo passo... vamos ver no ano que vem com vai ser... só sei que ele vai custe o que custar!!!

Adorei o post!!!
Bjos!!!

MaH disse... [Responder o Comentário]

Olá Elaina! adorei suas opiniões la no meu blog! Ajudou mto!!!
Sobre o assunto, ainda não sou mãe pra ter minha experiência, mas como psicóloga, li vários artigos que diziam o contrário a respeito do artigo que vc leu... Que crianças a aprtir de 1 ano devm sim ir a escola e um estudo comprouvou que as crianças vão pra lá menores, se tornam adultos mais inteligentes, indepêndentes e responsáveis...MAs assim, td isso é teoria pra mim...
Beijoss

Marcia Pergameni disse... [Responder o Comentário]

Oi Flor!!! Vim conferir seu relato!!! Eu nem imaginava colocar a Cecília na escola tão cedo, mas tb engravidei qdo ela tinha um ano!! Ai tive que pensar em alguma alternativa pra não sobrecarregar minha mãe, já que eu ainda não posso deixar de trabalhar!! As coisas estão caminhando bem, mas sempre, sempre mesmo, penso em ficar em casa com eles! Uma hora vai. Bjus

Geana Araujo disse... [Responder o Comentário]

Obrigada pela opinião me tirou um peso das coisas meu filho tem 1 ano e nove meses, e tinha essa dúvida, mas vou colocar esses ano.

Geana Araujo disse... [Responder o Comentário]

Obrigada!
Me tirou um peso das minhas costas, vou colocar meu filho de 1 ano e 9 meses na escola.

Geana Araujo disse... [Responder o Comentário]

Obrigada pela opinião me tirou um peso das coisas meu filho tem 1 ano e nove meses, e tinha essa dúvida, mas vou colocar esses ano.

jo disse... [Responder o Comentário]

obrigada..nossa é mto dificil decidir meu filho ta com 1 ano e 6 meses,fico nessa de por ou não,mas quero trabalhar e me sentir mas independente,mas com isso teria q coloca-lo..ai penso não seria melhor eu ficar com ele mas um pouco ate ele ficar com 2 anos pelo menos..o pai dele diz q tem q por pois seria melhor para desenvolve-lo..existe melhor cuidado do que o de mãe,não né por isso estou numa duvida cruel pois existe os prós e os contras,mas adorei o seu ralato me vez pensar mais ainda a respeito.obrigada bjus

Unknown disse... [Responder o Comentário]

É dificil a decisão. Eu voltei a trabalhar assim que acabou a licença maternidade, e minha filha com 5 meses ficava com minha mãe durante todo o dia. Qdo ela completou 11 meses me dispensaram no trabalho, ai sim optei em ficar com ela até que completasse 2 anos.
Qdo estava com 2 anos e 3 meses a coloquei na escolinha 1/2 periodo para que ela fosse se adaptando. Se adaptou bem no inicio, mas agora vem sofrendo de novo. O problema é que estou voltando ao mercado e com o coração apertado de deixa-la durante todo o dia na escola.
A terapeuta disse que é um mal necessario, que é bom pra criança e pra mae voltar, pois no futuro nao se culpa por ter deixado sua carreira de lado por causa dos filhos.
Estou muito triste por ter que voltar e deixa-ma, mas sei que logo logo nos adaptaremos e viveremos melhor.

Unknown disse... [Responder o Comentário]

É dificil a decisão. Eu voltei a trabalhar assim que acabou a licença maternidade, e minha filha com 5 meses ficava com minha mãe durante todo o dia. Qdo ela completou 11 meses me dispensaram no trabalho, ai sim optei em ficar com ela até que completasse 2 anos.
Qdo estava com 2 anos e 3 meses a coloquei na escolinha 1/2 periodo para que ela fosse se adaptando. Se adaptou bem no inicio, mas agora vem sofrendo de novo. O problema é que estou voltando ao mercado e com o coração apertado de deixa-la durante todo o dia na escola.
A terapeuta disse que é um mal necessario, que é bom pra criança e pra mae voltar, pois no futuro nao se culpa por ter deixado sua carreira de lado por causa dos filhos.
Estou muito triste por ter que voltar e deixa-ma, mas sei que logo logo nos adaptaremos e viveremos melhor.

Gabi Matos disse... [Responder o Comentário]

Olá, sou nova no blog e gostei muito do seu post.
Meu filho está com 1 ano e estou grávida de 7 meses. Várias pessoas me falam pra coloca-lo na escolinha antes da bebê nascer pra ele não se sentir posto de lado. Mas me dá uma dó! Ele é tão pequenininho, mal sabe andar direito, e é um grudinho comigo. Mas ao msm tempo penso como um recém nascido dá trabalho e fico com medo dele se sentir mais ignorado ainda ficando em casa qdo ela nascer.
Sinceramente não sei o que fazer! Isso vem me consumindo e já até me senti injusta com ele por ter engravidado com ele tão novinho e dependente. Por minha vontade eu não colocaria, pois sei que vou sofrer mais que ele. Mas oq será melhor pra ele??

Luana M.R. de Morais disse... [Responder o Comentário]

Ahhh querida, muito obrigada, eu estou nesse dilema, minha filha tem um ano e 9 meses e eu preciso mesmo ir trabalhar, mas ultimamente estou me sentindo muito mal e não sei se estou grávida, mas eu realmente estou achando melhor mesmo coloca-la na escolinha ^^

Lilith disse... [Responder o Comentário]

Olá Elaina!

Engraçado que nos parquinhos que levo minha filha sempre vejo crianças sendo agressivas e não entendia por que. E eu sempre perguntava ele/ela já estuda? E a resposta é sempre sim. Pensava, se for para colocar na escola e minha filha ficar assim, não quero.
Agora está explicado por que elas são assim, por isso me identifiquei tanto com a pesquisa. (Lembrando que toda regra tem exceção em galera).
Mas mesmo antes de conhecer essa pesquisa eu já tinha a ideia de não colocar minha filha na escola antes do 3 anos.
Eu só vim a conhecer a pesquisa por procurar na internet idades de se colocar na escola, de tanto as pessoas falaram que eu já estava atrasada, que minha filha já deveria ir para escola ... enfim.

Mas eu acho que as mamãe que necessitam colocar as crianças na escola não precisam entrar em pânico.
É uma pesquisa que tem que ser levada a sério sim por que o cara estudou para isso, mas cada mamãe sabe o que é melhor para seu filho e se colocar na escola não o está prejudicando então não tem com o que se preocupar certo?

Bjokas

Lucia Cristina Costa disse... [Responder o Comentário]

Estou passando por isso, dia 18/02/2013, eu e meu marido, tomamos a decisão de colocar nossa pequena na escolinha, ela está hoje com 1 ano e 3 meses, tive experiências negativas em deixar com babás, no período da manhã ela fica com uma tia do meu marido, que é um amor e a tarde vai para escolinha, não tivemos coragem de colocar o dia inteiro, essa semana estou sofrento muito com isso, ela tem reagido super bem superou nossas espectativas, porém sempre surge uma dúvida ("Será que estão dando água direitinho, será que estão preparando a mamadeira como ela gotsa, será que ela lancha mesmo como as professoras dizem") enfim, tantos serás que minha cabeça não para e meu coração de mãe não sossega em quanto eu não a vejo...pesquisei e a acredito que a escolinha é ótima...mas só dá para chegar a uma conclusão com isso tudo: - "Essa é a pior parte da maternidade, escolher com quem ou onde deixar nossos pinpolhos, só sei que seja quais foram as escolhas até agora, foi tentando acertar, esperamos ter tomado a decisão correta, pois precisamos trabalhar para dar a ela muita coisa que derrepente por falta de condições nossos pais não puderam nos dar, sou nova aque no blog, li essa reportagem, e não concordo plenamente com ela, pois nos tempos de hoje, são poucas as mães que tem o privilégio de cuidar pessoalmente de seus filhos, a escola foi a melhor opção nosso caso.

Bjos..Lucia Cristina.

Dayane disse... [Responder o Comentário]

Estou passando por esse dilema... meu filho tem 1 ano e 9 meses, até eu decidir colocá-lo na escola, foram muitas idas e vindas, e tb visitei vários colégios... após muitas conversas com amigos e ouvir experiencias, decidi colocá-lo! Confesso que está sendo bem difícil...No primeiro contato com " o mundo " escola, no papel de responsável e não estudante, já achei um pouco estranho... contato com as outras mães, que sempre acham que seus filhos estão certos, igual a mim!! ihihih achei... acho que será um aprendizado para mim!!! Com certeza... 1ª semana de adaptacao ele só foi um dia, ficou doente! estamos na 2 semana, ontem deixei ele lá e fui trabalhar, 1 hora depois me ligam da escola dizendo que ele estava aos prantos e não parava, hoje, deixei-o lá e a mesma coisa, minha mae teve que ir pra lá e ficar o tempo todo com ele! o pior é ouvi-lo gritar, chorar e berrar dizendo:-" Vem, mamãe, vem!" de partir o coração.... sinceramente, estou pensando em desistir! :-(

viviane vivi disse... [Responder o Comentário]

Olá! sou nova no blog.
Minha filha esta com 01 ano e 10 dias, e estou no dilema volto ou não a trabalhar agora? deixo na escolinha ou com babá? minha pequena Duda quando nasceu eu abrir mão do meu trabalho para cuidar dela, sinto muito prazer em cuidar da minha filha, nossa só de imaginar em ficar longe dela, doi fundo no coração, ela é muito grudada em mim, desde que nasceu ela fica só comigo, mas preciso voltar para o mercado de trabalho e pra faculdade pela questão financeira, mas não sei o que fazer por favor me ajudem. Bjs

fabisilv disse... [Responder o Comentário]

Olaá...minha filha está com 1 ano e 9 meses começou ontem a escolinha...comigo foi ao contrário...minha mãe não pode mais cuidar dela...parei de trabalhar...senti q ela ficava muito sozinha dentro de casa (sem amiguinhos)...e qdo saia na rua fica va igual a pinto no lixo eu não sabia mas o q fazer...minha filha é muito esperta, carinhosa e tem muito carinho e amor dentro de casa...mas ela é muito arteirinha..foi aí q decidi:vou colocá-la na ecolinha q tem aki peertinho da minha casa meio período,pra ver se ela se socializa mais,faz algumas atividades como ,pintura,cololagem... e se desenvolva e comece a agir naturalmente qdo ve crianças e adultos...rsrsrsrs Ela amoooou...nem chorou eu q chorei e estou sentindo uma maior saudade dela...resumindo eu q tenho q me adaptar...mas vamos ver ela só está no 3 dia...Meninas,se vc precisa trabalhar não fiquem com medo ore a Deus ,procure uma escolinha boa e deixe seu filho sem medo...qdo há uma questão de necessidade realmente é mesmo difícil...mas é melhor...porq seus pequenos são já cidadãosinhos...eles daqui um tempo terão suas vidinhas...e se vc parar a sua...vai se arrepender e não se sentirá tão realizada...qto mãe e qto a vida profissional bjos

cristiane disse... [Responder o Comentário]

gente estou muito preocupada com tanta violência nas escolas eu tenho um filho de cinco anos e ano que vem quando ele completar seis tenho que mandar ele pra escolinha o problema e que tenho medo de alguem fazer mal pra ele, como ele vai se vira sozinho e o recreio aquele monte de criança junto será que ele vai saber voltar pra sala meu deus estou desesperada não sei mais o que fazer penso nisso todo dia ja pensei ate em me matricular e ir estudar junto com ele ..... não sei mais o que fazer pra tira essa preocupação da minha cabeça

Aninha disse... [Responder o Comentário]

Boa noite
coloquei minha filha na escolinha,ela está com 1 ano e 2 meses,ela está na fase de adaptação,hoje foi o 2 dia dela,meu coração fica partido,escolhi por ela na escolinha pra ela ter contato com outras crianças,ela é bem ativa,tem muita energia,ela vai ficar por 5 hs,não trabalho,vou voltar a fazer algumas coisas,nos duas somos muito grudadas ficamos juntas 24hs,tenho medo que minha superproteção venha prejudica-la,nossa hoje ela chorou quando sai da salinha,me acabei de chorar,não sei se estou fazendo certo,também estou muito cansada,ela quase não dorme e tem energia o dia todo,e eu já estou sem nenhuma.não sei se vou conseguir deixa-la la.

Aninha disse... [Responder o Comentário]

Boa noite
coloquei minha filha na escolinha,ela está com 1 ano e 2 meses,ela está na fase de adaptação,hoje foi o 2 dia dela,meu coração fica partido,escolhi por ela na escolinha pra ela ter contato com outras crianças,ela é bem ativa,tem muita energia,ela vai ficar por 5 hs,não trabalho,vou voltar a fazer algumas coisas,nos duas somos muito grudadas ficamos juntas 24hs,tenho medo que minha superproteção venha prejudica-la,nossa hoje ela chorou quando sai da salinha,me acabei de chorar,não sei se estou fazendo certo,também estou muito cansada,ela quase não dorme e tem energia o dia todo,e eu já estou sem nenhuma.não sei se vou conseguir deixa-la la.

Mila disse... [Responder o Comentário]

Olá! Ameei ter essas informaçoes, minha situaçao é bem parecida com a sua! Meu filho, o Guilherme tem agora 1 ano e 6 meses em março ele vai estar com 2 anos vou coloca-lo na escola que foi a a mesma que eu e minha irma estudamos é otima pois é voltada para educaçao infantil do maternal a 4 serie. Como ele tbm nao teve muuito contato com outras crianças ( mais adora brincar com outras crianças, sinto ate que ele nem vai sentir minha falta tbm quando for a escola) eu que sempre cuidei dele em casa pois eu quis ser a mãe dele! Naoo vejo a hora de ve-lo entrando na salinha com sua mochilinha me emociona so de pensar a saudade que vou ficar dele!!

Mila disse... [Responder o Comentário]

Haa e o meu maior medo é dele ficar donte tbm! Eu amamento ele ate hoje ainda nao tenho previsao para parar a mama, pois sei que protege ele, só nao sei o quanto rs! Espero que seja o suficiente para deixa=lo bem forte e nao pergar infecções ( temos que estar preparadas pra tudo) Vc tem alguma dica para evitar essas contaminações

Maíra Golovaty disse... [Responder o Comentário]

Oi Elaina. Estou vivendo essa polêmica agora e por isso encontrei na minha busca o seu blogg. EU moro em Israel, tenho um filho de 1 ano e 1 mês. EU ainda nÃo voltei a trabalhalhar e nem tenho pressa para isso, tendo tempo e disponibilidade para cuidar do meu fulho. Meu marido tbém ajuda bastante nos cuidados com nosso pequeno NOAM. MAs a dúvida que está surgindo é que estamos percebendo que o Noam tem ficado entediado, parece que não se satisfaz só com as brincadeiras e coisas que oferecemos. Ele é muito sociável e sinto que se ele tivesse contato com outras crianças seria muito bom, pois quando isso acontece ele ama. MAs como moro há pouco aqui e nÃo conheço muita gente, fico mais em casa e somos só nós e os brinquedos. Levo ele ao parque todos os dias, mas é raro quando tem alguma criança pra ele brincar...Meu marido acha que poderíamos colocar ele na escolinha, mas eu tenho resistido, ele ainda não anda, ainda não fala, enfim... Lendo seu artigo pensei que talvez fosse sim uma boa ideia esperar mais para colocá-lo. Estou numa tremenda dúvida do que fazer! Como é difícil decidir o que é melhor para seu filho, especialmente quando é o primeiro... Alguma dica?

Princesa Manuela disse... [Responder o Comentário]

Estou pensando em colocar a minha filha que completará 2 anos em janeiro no maternal I, mas estou preocupada e apreensiva. Trabalho fora e meu marido a noite e geralmente fica com ela e não dorme, então seria uma possibilidade dele descansar.