Páginas

4

Rotina é ótima mas pode dificultar a vida.

Sempre fui uma pessoa metódica e organizada. Gosto de planejar todas minhas coisas com antecedência, fazendo check list em tudo que posso. Assim me sentia segura.

Quando entrei para a maternidade, esse meu mundo organizado virou de ponta cabeça! Quase fiquei maluca.

Então para que eu não endoidasse de vez, fui daquelas mães que colocam rotina para o bebê desde o dia em que chegou da maternidade.

Como disse anteriormente, eu fui uma típica mãe de primeira viagem, não tinha idéia de como cuidar do meu recém nascido, então me baseei no livro da Tracy Hogg para lidar com meu filho que acabara de nascer.


É um livro bem interessante, vale até um post só com as dicas que aproveitei, e que com certeza farei mais para frente, mas o que realmente me ajudou na minha organização e rotina foi anotar todas as atividades que meu filho fazia.

Nós (eu e meu marido) chamávamos de "O diário do Davi", nele escrevíamos tudo o que se passava com ele, desde que horas mamou, quanto tempo mamou, se chorou, se dormiu e por quanto tempo….enfim era um relatório de todo o dia do Davi. E não só com o Davi, quando o Daniel nasceu fizemos a mesma coisa.

Com isso fui conseguindo perceber seus padrões e colocando uma certa rotina. Por exemplo, eu conseguia dar de mamar de 3 em 3 horas, e sabia que ele não precisava mais que isso, então podia organizar meus afazeres nesse período, se ele chorasse antes, sabia que não era fome, então podia pesquisar melhor o motivo do choro. Outra característica dele é que ele sempre chorava por volta das 16:00 e parava umas 18:00, achava que era cólica, mas depois vim a perceber que esse é o horário que ele é mais agitado. Coisinhas que se não tivesse anotado teriam passadas desapercebidas. E fiz isso até mais ou menos os 4 meses quando a rotina já estava bem estabilizada.

Sei que muitas mães não gostam de impor rotinas pois acham que atrapalha a amamentação em livre demanda ou mesmo afirmam não conseguirem fazer uma rotina organizada.

Meu conselho é pelo menos tentarem, pois com esses relatórios e rotina, consegui conhecer meu filho, e com isso entender suas necessidades desde bem pequeno e isso facilitou muito minha vida de mãe.

Até hoje nossa rotina é restrita, com pequenas variações nos finais de semanas e viagens. Eles já se acostumaram com isso e para eles fica muito mais fácil e tranquilo quando sabem exatamente o que vai acontecer. O Davi, com 4 anos e meio tem perfeita noção de tempo contando os eventos que ainda está por vir no seu dia.

Mas isso também nos restringe em alguns aspectos. Como saídas para almoços e jantares fora.

Os meninos tem seus horários para ter suas refeições, e como fico em casa eles comem a comida que eu (e minha mãe que também me ajuda nisso) fazemos. E quando vamos sair para comer fora, ou mesmo temos um passeio que dure o dia todo ou estamos viajando, é um horror, pois tenho que me organizar para levar comida para eles (pois eles são extremamente chatos para comer), ou então para dar almoço (ou janta) pra eles antes de sair, ou mesmo antes de reservar qualquer hotel, tenho que me certificar do tipo de comida que servem e se tem estrutura para eu preparar comida para eles. Pic nic então, nem pensar!

Essa parte é muito chata, pois já recusei saídas e passeios diversas vezes por ser isso muito estressante para mim, prefiro ficar em casa do que sair e passar nervoso pois os meninos não comem absolutamente nada!

Tudo tem seu lado bom e seu lado ruim, a rotina na vida deles ajudou e muito na minha maternagem, sempre digo que para mim é muito fácil ser mãe, porém também ainda fico um pouco presa, não podendo fazer programas que a maioria das mães com filhos com a mesma idade dos meus fazem.

Mas não considero isso tão ruim, inclusive o Davi já está sabendo lidar mais com essas quebras de rotina, já não sente tanto e até gosta, mas isso por pouco tempo, pois já logo se cansa e quer "as coisas dele de volta". Gosto da rotina e sei como lidar com isso.

Se sinto falta de sair mais? Claro que sim! Porém sei que essa fase deles vai passar, como todas as outras já passaram e escrevi aqui, e aí vou poder aproveitar e fazer tudo que quiser.

E você, tem uma rotina organizada? Se não como lida com isso? Eu quero (e ultimamente) preciso saber!

4 comentários: