Páginas

18

Regras de visitas ao Recém Nascido

Uma das coisas que mais me incomodam na chegada do recém nascido (e sei que vou passar por isso pela terceira vez) são as visitas. Podem me chamar de antipática, anti social, mas acho mesmo que algumas visitas são bem incovenientes.

Sei que todos estão lá para prestigiar a chegada do novo ser nesse mundo, querer comemorar com você, estão felizes por vocês, mas a maioria não sabe se comportar em uma visita a um recém nascido, seja na maternidade ou em casa.

Eu sempre preferi visitas na maternidade, pois por mais que eu esteja com dor ou incomodada, é só falar discretamente com a enfermeira que ela dá um jeito de "educadamente" expulsar a visita de lá. Em casa temos que fazer sala e parece que é obrigação servir algo para comer. Gente, a pessoa acabou de dar a luz, a última coisa que vai pensar é em fazer quitutes para visitas!

Claro que tem aquelas pessoas totalmente sociais que amam receber pessoas em casa, mas definitivamente eu nunca fui uma dessas pessoas. Amo sim receber visita dos amigos e familiares, mas quando estou bem disposta e preparada para aquilo.


Então se você é como eu, aqui vai uma lista de regras para as pessoas respeitarem ao virem lhe visitar. Podem imprimí-la e deixar à vista, assim as pessoas já saberão como agir. E se não seguirem não se sinta mal por fazê-las lerem e lhe respeitar. Você está passando por uma das maiores transformações da sua vida, por isso tem o direito de querer as coisas do seu jeito e ser até grossa (se precisar, eu fui!)se a ocasião pedir.

Eu sofri um bocado com o Davi (meu primeiro filho) mas com o Daniel coloquei essas regras em prática e tudo correu bem, na medida do possível...

Regras para as visitas:

- Na maternidade

1- Não vá à maternidade se estiver resfriado, com febre, doenças respiratórias ou contagiosas. Não visite o bebê, enquanto não estiver são. Porque vamos combinar, fazer visita quando se está doente não é nada agradável nem quando não tem-se criança pequena, quanto mais um recém nascido;

2- Pergunte ao casal quando e onde eles preferem receber sua visita. Pois cada família tem sua preferência. Eu como já disse prefiro visita na maternidade, mas muitas amigas preferiram visitas em casa. Então respeite a vontade dos pais;

3- Seja breve. Não ultrapasse 15 minutos na maternidade e visite a família em casa somente após primeiro mês de vida por, no máximo, meia hora. Porque a visita está lá para conhecer o bebê e lhe dar os parabéns, e não para contar todas as novidades da sua vida;

4-Antes de comprar flores, verifique com pai se a mãe gosta de recebê-las ou se há alguma contraindicação médica na maternidade. Flores são bonitas, mas é mais uma coisa que a mãe tem que cuidar, então só as dê se souber que ela vai gostar MUITO, senão só leve seu abraço e respeito;

5- Não leve crianças muito agitadas, que correm e gritam pelos corredores. Pois isso vai incomodar o bebê da sua amiga e dos outros também;

6- Não dê palpites sobre o jeito certo de criar o recém-nascido. Suas palavras de incentivo devem contribuir para mãe descobrir um jeito próprio de criar o filho. Se não tiver nada além de palpites para falar, não fale nada;

7- Visitas íntimas, como mãe e sogra, devem seguir as mesmas regras das outras visitas, a não ser que solicitadas pela nova mãe que seja diferente;

8- Lave as mãos E passe álcool com gel na hora em que entrar no quarto. Pois isso deveria ser regra geral, não só quando se vai visitar alguém no hospital;

9-Resista à tentação de pegar o bebê no colo. Eu diria NUNCA pegue o recém nascido, pois o bebê, por menor que seja, é uma pessoa que merece respeito, e não um cachorrinho ou uma boneca que pode ficar passando de colo em colo;

10- Retire-se do quarto, caso haja uma intervenção da equipe médica, ou se a mãe for amamentar, pois esse já é um momento difícil (principalmente no primeiro filho) e ela não precisa de olhares ao redor para se sentir constrangida;

11- Tire foto somente com a permissão dos pais.

- Em casa

1-  Sempre ligue para marcar hora da visita, nunca chegue sem avisar, e chegue na hora marcada, não antecipe nem atrase, e se for atrasar ligue para ver se pode ir mais tarde ou é melhor transferir para outro dia;

2- Não interfira na "rotina" do bebê, se ele tiver dormindo não precisa esperar ele acordar, visitas devem ser breves a não ser que a mãe o convide a ficar mais, mas o provável é que ela esteja bem cansada e prefira visitas curtas;

3-  Não se esqueça de lavar as mãos E passar álcool gel, pois você chegou da rua e isso é questão de higiene.

4- Não dê palpites. Somente fale de sua experiência se a mãe perguntar, pois não tem coisa mais desagradável que ouvir que a mãe "está fazendo errado"ou "assim não vai dar certo" pois cada mãe sabe o melhor jeito de lidar com seu filho. Se ela ainda não sabe, ela vai descobrir. Só diga palavras de incentivo.

5- Não se ofereça nem pergunte se pode ir vê-la amamentar, a não ser que seja solicitada sua presença;

6- Resista à tentação de pegar o bebê no colo. Eu diria NUNCA pegue o recém nascido, pois o bebê, por menor que seja, é uma pessoa que merece respeito, e não um cachorrinho ou uma boneca que pode ficar passando de colo em colo;

7- Não ligue se a mãe for grossa ou não lhe der a atenção que (você acha) que merece. Pois tem muita coisa acontecendo, não leve para o lado pessoal, só respeite o que lhe for solicitado, que logo aquele pessoa que você conhecia voltará à seu estado normal, só dê um tempo a ela se acostumar com tudo;

8- Faça uma visita breve. Porque a visita está lá para conhecer o bebê e lhe dar os parabéns, e não para contar todas as novidades da sua vida, nem para comer 9por favor não fique para almoçar ou jantar, a não ser que seja solicitado);

9- Não vá visitar o bebê se estiver resfriado, com febre, doenças respiratórias ou contagiosas. Não visite o bebê, enquanto não estiver são. Porque vamos combinar, fazer visita quando se está doente não é nada agradável nem quando não tem-se criança pequena, quanto mais um recém nascido;

10- Tire foto somente com a permissão dos pais.

Como pode ver, as regras de visitação em casa são parecidas com as da maternidade, mas vale a pena tê-las impresa e colar em algum lugar para as visitas verem.

Isso pode até parecer rude, mas você vai ver que muitas pessoas não respeitarão o que você pedirá, e desse modo, a pessoa ficará constrangida de não fazer o que está escrito.
Assim, a visita será maravilhosa, receber o carinho dos amigos é muito bom, só que cá entre nós, bom senso é bom e todo mundo gosta!

E com vocês mamães, como foram as visitas?

18 comentários:

Ana Karina disse... [Responder o Comentário]

Olá!!
Penso bem assim também!! Qdo eu estava pertinho de ganhar bebê, mandei um e-mail pra todo mundo dizendo q gostaria muito da visita, mas apenas depois de 1 mês (e ainda assim tô achando pouco). Comecei a me sentir bem pra visitas depois dos 3 meses. Minha filha teve muita cólica, não dormia direito, uma bagunça. E tem gente q não se toca mesmo. Essa coisa de pegar o bebê, sem comentários. E de lavar as mãos... eu SEMPRE q entro em algum lugar, lavo, mesmo antes de ter minha filha. E o álcool gel nao sai da bolsa.
Tem gente q precisa desenvolver bons hábitos né?

Bjs!
#amigacomenta
http://amorfraldasemamadeiras.blogspot.com

Thaty disse... [Responder o Comentário]

Adorei! Apoiada totalmente!! Alguém podia dar esse manual para a minha sogra, né?? Ela passou o dia inteiro na minha casa e ainda voltou de noite para comer pizza. E ficou furiosa pq eu estava cansada e não quis sair do quarto...

Beijos
Tati
Mulher e Mãe
#amigacomenta

Rose Misceno disse... [Responder o Comentário]

A número 8, embora não, é a mais importante de todas!! Você quer curti aquele momento, descobrir-se mãe e nada mais chato que visita que não vai embora logo!!!

Beijão.

@_maejestade #amigacomenta

Meu dia-a-dia de mãe disse... [Responder o Comentário]

ótimo esse post, nossa tem gente que não se toca né, recebi a visita de uma vizinha que eu nem tinha assunto e ela não ia embora não.
Tudo que a gente quer é poder dormir quando eles dormem e com visita fica dificil né

Bjos

michelle Imilio

#amigacomenta

Ana Carolina Amado disse... [Responder o Comentário]

Onde eu assino?
Hj como mãe não vou mais visitar na maternidade e nem tão cedo em casa.
Pode parecer que sou chata, antipática, mas não acho necessário tais visitas.
Já fiz um monte de coisa errada antes de ser mãe, passar metade do dia no hospital essas coisas, mas hoje, tenho noção que é uma chatice para mãe!

Beijos,
Ana Carolina
#amigacomenta

Loreta disse... [Responder o Comentário]

Oieee,

Adorei!! E sabe q eu já vi até pra vender umas plaquinhas tipo: lave as mães, apenas olhe não toque...
A gente sabe q as pessoas estão ali felizes por vc mas, tb é preciso um pouco de respeito e semancol, né??

bjos!

Loreta#amigacomenta;)
@bagagemdemae

Stela Castro disse... [Responder o Comentário]

Concordo totalmente! Já passei por muitas situações chatas e agora no nascimento do caçulinha pedi que não fossem a maternidade (só maridpo e minha mãe) e todos respeitaram! Quem é seu amigo e gosta mesmo de você vai entender, né?
#amigacomenta
Beijos

Mamãe vai às Compras!! disse... [Responder o Comentário]

Oi Elaina, tudo bem?? Sou a Luciana do "Mamãe vai às compras!!", esta promoção era pra pedidos até hj, pois vamos finaliza-los na loja amanhã.

Se vc tiver algum interesse, me avise até amanhã cedo que vejo se consigo pra vc.

Obrigada pela visita!!

Beijos

Elen Natis disse... [Responder o Comentário]

Nossa eu me vi no seu texto. Eu amo receber visitas, mas no primeiro mês da minha filha eu me senti muito esgotada e as vezes queria só descansar. Não tinha ânimo para as visitas. Mas no final deu tudo certo.

Júnia Lourenço disse... [Responder o Comentário]
Este comentário foi removido pelo autor.
rita disse... [Responder o Comentário]

acho que tem muita razão em certas coisas outras um exagero mas cada um tem a sua maneira de pensar :D

LopesCa disse... [Responder o Comentário]

Gostei muito deste post que continua actual :)

Didi disse... [Responder o Comentário]

Vou ser avó daqui a 2 dias.E a 30 anos atrás passei por esses mesmos problemas.Já esta na hora das pessoas aprenderem um pouco de educação. Parabéns pelo texto.
Bjossss

Anônimo disse... [Responder o Comentário]

Nem imaginava como as mães poderiam ficar sensíveis nesse momento de adaptações! Adorei o texto, achei um pouco rude em alguns trechos, mas entendo que deve ser difícil mesmo, tanto para mãe, quanto para o bebê.

Mayrinha disse... [Responder o Comentário]

Ai nossa, pensei que fosse só eu. Como é chatoooo receber visitas!
Sofri MUITO quando minha filha nasceu, a cada minuto aparecia uma visita em casa. Não iam embora, queriam acordar a bebê, queriam pegar no colo, não lavavam as mãos, enfiavam a mão na boca da bebê pra ver se ela tinha fome. Vinham sem avisar, ou ligavam quando já estavam aqui na porta.
Sofri demais e já estou pensando em como vai ser quando o segundo baby nascer.
Será que funcionaria uma mensagem no celular de todos dizendo: O bebê nasceu, é favor não aparecer por aqui. Obrigada. :D

Valdirene Ferreira Felix disse... [Responder o Comentário]

QUANTA GENTE CHATA

LMSS disse... [Responder o Comentário]

É uma pena que muita gente ignore solenemente essas "regrinhas" tão simples que chegam a ser óbvias.

Bjs!

Adriane Sant'Ana disse... [Responder o Comentário]

Amada, temos que acrescentar que as pessoas que estão p ir visitar o RN, para não colocarem perfumes, pois isso irrita o bebe que tem os sentidos mais fragéis que os adultos. Olha eu me decepcionei com algumas visitas, minha filha ficou super cansada e vomitou muito logo após sairem, passou a noite renegada, tadinha. Adoreiii tua postagem. bjussss